SINDICATO  DOS  PERITOS CRIMINAIS DO ESTADO DE MINAS GERAIS

Peritos Oficiais da PCMG participam de curso com o especialista mundial em perfis de manchas de sangue, Perito Criminal Federal Antônio Canelas

  1. Os Peritos Oficiais de Natureza Criminal da PCMG participaram, na sexta-feira (23) e no sábado (24), de um curso, realizado na Escola de Saúde de Minas Gerais e na sede do Sindicato dos Peritos Criminais de Minas Gerais – SINDPECRI, com o Perito Federal Antônio Canelas, especialista mundial de perícias em perfis manchas de sangue, autor do livro “Perfis de Manchas de Sangue – Do local de crime à elaboração do laudo”, destaque por apresentar 5.000 casos, sendo a primeira obra em cores da América Latina.

Segundo Canelas, o foco do curso foi apresentar aos Peritos Oficiais de Natureza Criminal de Minas Gerais uma visão dos perfis de manchas de sangue do mundo. “Eu trouxe para os peritos de Minas Gerais as terminologias internacionais, sendo que o objetivo somos todos os peritos falarmos a mesma linguagem mundial sobre todos os perfis de manchas de sangue estudados. Também trouxe alguns conceitos que estão equivocados no Brasil, a título uniformizador e esclarecedor, para tentar apresentar uma visão sistemática de resolução de casos com manchas de sangue aos peritos de Minas”, afirmou Canelas.

O especialista ainda acrescenta que “o mundo todo já entendeu que um bom analista de manchas de sangue resolve um caso com muito mais robustez, rapidez, e por isso, investem pesado em Institutos de Manchas de Sangue, e nós, aqui no Brasil ainda não temos nenhum ainda para formar nossos peritos”, ressaltou Antônio. De acordo com Canelas, há um empenho direto dele com o lançamento de sua obra, e realizando cursos desta natureza, para futuramente, no sul do País, ser construído e inaugurado o primeiro Instituto de Manchas de Sangue do País.

Sobre a Perícia de Minas Gerais, Canelas frisou que são profissionais competentes, apesar de conhecer pouco o trabalho no Estado, e explica que sua visão global dos peritos do Brasil, compreendendo Minas Gerais, é que “nosso perito é muito bom, esforçado e que busca o conhecimento, mas o que atrasa nosso serviço é a falta de investimento, infraestrutura e valorização para com o profissional, acabando por frustrar o trabalho do perito”, ressaltou o especialista. “Se nós focarmos e levarmos para o caminho certo, com certeza terão grandes analistas que sairão daqui, e os maiores do mundo quem sabe”, acrescentou.

Na prática, ocorrida na sede do SINDPECRI, os Peritos Oficiais de Natureza Criminal puderam verificar em vários locais de crime criados, como os analistas de Manchas de Sangue comparecem e olham vários perfis de manchas de sangue, podendo avaliarem a dinâmica do crime, e trabalharem em vários questionamentos, como exemplo, se deve coletar o DNA num determinado foco no local ou em outro. “Foi um trabalho voltado para o dia a dia”, apontou Canelas.

CURRÍCULO

Antonio Augusto Canelas Neto

Perito Criminal Federal- Bloodstain Pattern Analyst

Perito Criminal Federal do Departamento de Polícia Federal- DPF, A. Canelas é Bacharel (UFPa) e Mestre em Engenharia Química (UFSCar/SP). Possui nível avançado em Análise e Interpretação de Perfis de Manchas de Sangue, e nível avançado em Análise e Interpretação de Manchas de Sangue sobre Tecidos, através de certificações obtidas em institutos de manchas de sangue como Miami-Dade Police, Estados Unidos;Blutspüren Institut, Alemanha; Loci Forensics Institut da Holanda; e Cedar Crest College Forensic Institut, Estados Unidos/Austrália. É professor da Academia Nacional de Polícia-ANP, Brasília/DF, na disciplina “Perfis de Manchas de Sangue”, e também professor desta disciplina em cursos internacionais promovidos pelo Departamento de Polícia Federal. Atua em diversos Estados da federação onde a análise de manchas de sangue se mostre necessária, além de também desenvolver metodologias relacionadas a documentação de manchas de sangue em locais de crime. É membro na categoria Full Member da International Association of Bloodstain Pattern Analysts-IABPA, EUA. Registration No. 3.950. e também autor do livroPerfis de Manchas de Sangue- Do Local de Crime à Elaboração do Laudo, editorial Lura, lançado nacionalmente em outubro de 2017.